O que escolhi pra vida #3: Letras

Oi oi pessoal

No O que escolhi pra vida de hoje,  teremos a participação da Melissa Carvalho do blog Aos vinte quatro. Ela é de Guarulhos, e se formou em Letras. Estivemos conversando por e-mail, e concordamos em trazer um plus para esse post. Sim, isso mesmo. Vamos explicar tudo direitinho no decorrer no post sobre a formação dela, incluindo a especialização, e também sobre sua área de atuação atual. Mas antes, pare o que está fazendo, e vá visitar o blog dela, que é lindo que só.

foto_profissoes_galeria1

1 – O que você sempre se imaginou fazendo?
Sempre me imaginei escrevendo para a coluna de uma revista ou jornal, ou até mesmo sendo repórter.

2 – Como foi apresentada ao seu curso?
Eu pensei em fazer jornalismo, mas na época optei pelo curso de Letras por também me interessar muito a área de língua inglesa.

3 – O que faz um profissional que cursa letras?
Há diversas áreas neste curso. Você pode dar aulas de línguas como também ir para a área de tradução e intérprete, revisão, editoração etc.

4 – Como é o mercado para profissionais recém formados?
Me formei há quatro anos. Sempre tive um pouco de dificuldade de achar vagas em jornais e revistas sendo cursada em Letras. Eles queriam alguém que tivesse curso em jornalismo ou já tivesse alguma experiência. Mas acredito que atualmente está mais fácil de achar vagas na área, é só ter certeza sobre a sua especialização.

5 – Existe especializações?
Existe especializações. No curso de Letras você pode escolher uma língua estrangeira, como inglês, espanhol, sendo as mais comuns, e dependendo da universidade há outras opções como alemão, francês… Se você quiser focar em tradução, pode fazer uma especialização na área de tradutor e intérprete. O curso de Letras é dividido em Bacharel e Licenciatura basicamente.

6 – Com o que trabalha atualmente?
Atualmente eu trabalho focada na área de língua inglesa. Agora estou trabalhando como recepcionista bilíngue, mas já trabalhei também no aeroporto, em uma companhia internacional.

7 – Conte um pouco sobre sua rotina de trabalho.
A minha rotina é toda administrativa, mas com a língua inglesa inserida nela. Tenho bastante contato com estrangeiros, o que facilita a minha aprendizagem.

8 – Foi necessário que cursasse alguma faculdade/curso para atuar na sua área atual?
Eles procuravam alguém que tivesse conhecimento na língua inglesa. Dai que entra a importância do curso de Letras, pois para você se especializar em línguas, nada melhor que esse curso. Mas se você acha que vai aprender mesmo a língua estrangeira só na sua faculdade digo que não. O certo é englobar um curso da língua a parte, para você desenvolver mais. Um completa o outro.

9 – Como é a remuneração na área em que trabalha, e como seria na área do seu curso?
A remuneração de uma recepcionista bilíngue varia muito de lugar para lugar, mas é em média R$ 1.500,00 a R$ 3.000,00. E se você se tornar uma secretária o salário aumenta mais, em média de R$ 2.000,00 – R$ 7.000,00, ou mais, dependendo da empresa. O salário depende muito do que você quer fazer. Se for lecionar, a remuneração já não é tão alta. Na parte de tradução, depende muito do trabalho que você for pegar. Tradução juramentada é o que mais dá dinheiro, tendo que ser feito um outro curso de especialização. Intérprete também sei que a remuneração é alta. É um mercado muito amplo…

10 – Comentários.
Acredito que compensa fazer o que você gosta mesmo se o salário no começo não é o que você imaginava. Eu quero muito trabalhar com tradução para ter mais flexibilidade. O segredo é fazer o que se gosta independente se o seu curso é muito cotado ou não. Fazer o curso de Letras me abriu muitas portas no sentido de escrita e de línguas. Não me arrependo e quero muito intensificar o que foi aprendido, trabalhando mais voltado para essa área de escrita e língua inglesa.

Pra mim a Melissa disse tudo, o principal na escolha da faculdade, e do que escolher pra vida, é você fazer o que gosta. Acontece muito de pensarmos “poxa, esse curso tem muito candidato”, ou “o mercado está cheio”. No final das contas, o que importa é sua felicidade e empenho, porque ninguém faz o trabalho igual do outro, então só depende de você, por mais que seja difícil chegar lá, se tu se dedicar, tu chega.

Para quem tiver mais curiosidade sobre a área de formação/atuação da Melissa, fique a vontade para comentar ai embaixo. 🙂

Eu espero que vocês estejam aproveitando essa série, pois todos os envolvidos estão realmente querendo ajudar e fazer do seu futuro, aquilo que você sempre imaginou. No próximo post teremos a Daniela Bueno, falando sobre estética.

Bjs e até a próxima.

Anúncios

Não tenha vergonha. Anda, comenta logo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s