Resenha: Como treinar o seu dragão

Oi oi pessoal

Antes de mais nada, vou aproveitar o post para justificar minha ausência constante aqui. Eu não fico confortável em sumir e nem comentar sobre o assunto, então vamos lá. O tempo está bem curto, eu estou tirando minha CNH, então é acordar, trabalho, curso, casa e cama, então não está rolando nem ligar o notebook. Já viram o bom humor, né?!  Sem contar o sono, que é o motivo de eu só ter aparecido aos 45 do segundo tempo do Domingo.

Para hoje eu trouxe a resenha do livro que li durante essa semana, na verdade em metade dela kkkkkkkk Estou andando tanto de ônibus que já li esse, e estou na metade de outro.

Como-treinar-o-seu-dragao

Como treinar o seu dragão é esse livro, de escrita leve e descontraída, que nos mantém presos até o final da história. A tribo dos Hooligans da Ilha de Berk é uma tribo viking, e como toda boa tribo viking – a conhecedora -, tem seus guerreiros. Essa primeira edição conta como Soluço e os jovens de sua idade passaram a ingressar ao grupo de guerreiros vikings de sua tribo, os Hooligans Cabeludos.

Temos como personagem principal o Soluço, filho do chefe da tribo, o Stoico. Soluço é um jovem completamente fora do padrão, principalmente daquele esperado para ele, primogênito do líder. Magrelo, desengonçado, e muito melhor instruído que seus companheiros, que ao contrário de Soluço são fortes, brutos e completamente ignorantes.

Os garotos têm de passar por provas, para que demonstrem ser ou não merecedores do título Hoolingan Cabeludo, com a punição de serem banidos caso se enquadrem na segunda opção. Capturar um dragão, treiná-lo e fazê-lo obedecer a seus comandos pode parecer difícil, e realmente é. E isso é perfeitamente descrito por Cressida Cowell.

O grande personagem da história? Sem dúvida é o Banguela, dragão escolhido por soluço em sua primeira jornada. Assim como seu dono, o dragão foge dos padrões, e seguindo seu caminho, é sacaneado pelos companheiros.

Aventuras, correria e gritos estão presentes no livro inteiro, e o torna super real ao leitor. Completamente ilustrado, nos mostra a fisionomia dos personagens, dos dragões,  e tem até anexos com fragmentos do que está sendo visto/lido pelos personagens.

Como disse, é um livro que te faz entrar na história. Eu super recomendo, e estou ansiosa para ler o segundo.

Um beijo a todos e até a próxima.

Anúncios

6 comentários sobre “Resenha: Como treinar o seu dragão

  1. Está realmente sancionada a sua resenha. A melhor parte, foi você citando as ilustrações dos dragões, lembrou-me o livro do Soluço. A passeata de ônibus é relativamente demorada e cansativa, nada melhor que um bom livro em mãos ou para melhorar, acompanhado por músicas relaxantes.

    Curtido por 1 pessoa

Não tenha vergonha. Anda, comenta logo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s