No labirinto da cozinha: Bolo de cenoura

Bom dia pessoaaaar…

Ontem a tarde dei uma viajada na cozinha, e como para mim isso sempre é um desafio, afinal sou uma negação quase completa, vim mostrar para vocês essa receita hiper gostosa e simples que dá até para comentar aqui no blog enquanto faz ❤

Tenho tido bastante disposição há alguns finais de semana já. Sempre acordando cedo e botando para quebrar, e dessa vez tive a ideia maravilhosa de fazer um bolo, mas sem a massa pronta de caixinha – melhor deixar a Dona Benta para um dia mais corrido hehehe -. E qual bolo melhor do que o de cenoura? Tem não, né? É um dos meus preferidos, assim dos simplesinhos que dá para arriscar.

Não tenho uma receita escrita para esse bolo, pois certa fez eu fiz e deu certo, então gravei os ingredientes na cabeça e agora tentei reproduzir. Deu certo, mas já sabem, dá para mexer nas medidas abaixo. Então para fazer essa delicia usei o seguinte…

20150906_183907258_iOS

1 e 1/2 cenoura (média), cortada em cubos
3 ovos inteiros
1 xícara de óleo
2 xícaras de farinha (peneirar antes)
2 xícaras de açúcar (peneirar antes)
1 tampa de fermento (peneirar antes)

Para preparar é super simples também, a parte mais chatinha é cortar as cenouras em cubos, então depois que passar disso não tem mais suor. 🙂 No liquidificador, bater os cubinhos de cenoura junto ao ovo e o óleo. Como disse antes, sem receita, então fui olhando a mistura até ter uma consistência bonita. Fica um creme laranja bem liso, sem pedacinhos. Depois disso, deixar reservado e ir para a outra parte da receita.

20150906_184839082_iOS

Em um pote separado deve misturar a farinha, o açúcar e o fermento. Importantíssimo, então vou repetir, esses itens devem ser peneirados antes, para a massa ficar sem pontos aglomerados. Não entendo de massas, mas até onde fui sei que ele fica empelotadinho e embatumadinho caso não peneire. Em seguida, misturar bem esses secos para que eles sejam um tipo de pó só. Isso é bom porque ai quando misturar com os molhados terá só de unir dois ingredientes ao invés de vários ;D

20150906_184850969_iOS

Depois de tudo bem misturadinho, é só misturar as duas partes em uma vasilha só – pode ser na dos secos, não tem problema -, até ficar uniforme. Nessa etapa é que tive de acrescentar mais farinha de trigo, pois a massa havia ficado bem líquida. Acrescentei praticamente mais uma xícara, mas vai de olho.

Para quem não tem experiência com bolo assim como eu, o ponto da massa é consistente, mas se ti virar o pote ela vai cair. Só que não é um líquido. ÓÓÓTIMA explicação vai, diz ai hehehehe

20150906_184930244_iOS 20150906_185200487_iOS

Agora é só levar para uma assadeira, no formato que tu quiser. Claro, antes deve untar e enfarinhar a forma. Dica, o fundo é muito importante. O meu sempre quebra 😦 Mais ou menos duas horas depois, a 180 graus teu bolinho estará pronto. Dica para os desesperados: NÃO desenforme o bolo ainda quente, pois também contribui para quebrar, afinal não desgruda o fundo.

20150906_185157229_iOS

20150906_185546664_iOS

Olha a gafe, esqueci de tirar foto depois do bolo pronto. heheheh Povo não aguentou e eu nem me atentei. Mas também é bem simples, para a calda eu fiz um brigadeiro apenas, sem o leite condensado, então sem dificuldade.

Até a próxima e não deixem de me contar caso façam.

Comendo bem fora de casa

Oi de novo

Como já comentei vagamente em alguns posts, durante a semana é uma correria para mim, e por isso fica difícil aparecer aqui no blog, não por falta de vontade, mas por excesso de cansaço mesmo. Mas tive a brilhante ideia de ir soltando posts de tempos em tempos para vocês, assim tiro o dia para escrever, e vou liberando aos poucos, assim não ficam sem mim.

Esse post será uma segunda tentativa, pois iniciei ele no celular, mas por incrível que pareça, não salvou e eu perdi tudo 🙂 Sim, foi uma alegria só quando tentei publicar na Sexta feira (04/09) e não estava mais ali, MAAAAAS como força de vontade é para os fortes e faço parte deles, reescrevi novamente para então publicar.

Não sei como acontece com vocês, mas me alimentar fora de casa é bem complicado. É Claro, me refiro as pequenas refeições, pois em geral o almoço onde eu trabalho é bem diversificado. Em contrapartida, acabo comendo muita besteira nos intervalos, e claro isso fez mal a minha saúde. Não estou dizendo que não seja hiper gostoso comer um biscoito recheado logo as oito da manhã, mas o colesterol manda oi quando fazemos isso. Pensando no bem dos meus leitores, vim dar uma dica do que tenho feito após a longa conversa comigo mesma.

Para ter tempo hábil de seguir a dica, é necessário que acorde uns 10 minutinhos antes, mas garanto que vale a pena. Desde quarta feira (02/09) tenho levado frutas e clube social ao invés de biscoito recheado. A segunda parte é mais fácil, afinal já vem em pacotinhos. A grande dica fica mesmo com a forma de levar as frutas.

Em um potinho bem fechado, é possível levar banana cortada, uva, morango, abacaxi, melancia e até mesmo laranja. Sim, laranja. Todas as frutas citadas são bem praticas de se cortar, com exceção da laranja, por isso vai outra dica. O indicado é primeiro arrancar a casca completamente, inclusive o bagaço, e depois vir cortando em pequenos pedaços, conforme a imagem a seguir.

Créditos da imagem: Site By Carmem

Créditos da imagem: Site By Carmem

Para quem fica em dúvida de qual potinho é o mais indicado para armazenar essas delicias, indico os que da foto abaixo. Nós compramos eles na Gio Plásticos em Campinas, que é uma loja especializada em embalagens, seja de presente ou de qualquer outra coisa heheh Para quem for daqui, ela fica na Rua Conceição, na segunda quadra após a Francisco Glicério. Enfim, podem procurar em lugares do tipo, que vendam embalagem em geral, que sem dúvida vai ter. Eles são mais frágeis de potes plásticos, mas fecham bem melhor, então não tem risco de vazar o conteúdo.

20150903_220011587_iOS

20150903_220124022_iOS

Acho que não preciso nem dizer o quanto compensa. Eles podem ser lavados é claro, mas em algum ponto, após 5 usos por exemplo, o indicado é jogar fora e utilizar outro, justamente por não serem de plástico resistente. Mas só de ti estar comendo coisas mais leves ao invés de porcaria, simplesmente por ser mais fácil, compensa hiper.

Espero que tenham gostado da dica, e que a usem. Para quem conhece mais desses truques da boa alimentação, divide comigo pois estou nessa jornada também.

Até a próxima pessoal.