O enigma do abraço

“Um dos melhores sentimentos do mundo é quando você abraça alguém que ama, e ela lhe abraça ainda mais apertado”.

– Autor desconhecido

donblackwell

Existem algumas formas de se definir um abraço, e talvez a mais conhecida delas, seja a citada por Cazuza: “abraço é o encontro de dois corações”. Mas ainda há quem diga que um abraço é traiçoeiro, porque você não vê a face da pessoa enquanto está em seus braços.

Vagando pelo Instagram vi umas fotos postadas pela Lora Zombie, uma artista plástica de gama bem fiel e participativa de fãs. Sua arte é bem atual, e mesmo que feita com cores bem vibrantes, contém mensagens bem pesadas. De certa forma, como é dito pelos fãs, suas telas transparecem a forma como eles têm se sentido, as opiniões que têm, e o que visualizam da nossa sociedade.

Essa integração com o artista faz com que se torne parte de seu ciclo de relacionamentos, no entanto, você se quer o conhece. Essa conexão faz com que quando tenha a possibilidade de o encontrar, algo singular surja… gratidão, admiração, e também muito amor, por mais que ambos os lados nem se conheçam em físico e/ou tenham trocado uma palavra antes desse evento. E isso ocorre com constância com a Lora, que por ter uma arte tão direcionada, entrou na vida de muitas pessoas. E nossa, como a troca de energia entre eles é intensa. Olhando para as fotos, dá pra sentir a vibração.

Com esses cliques parei pra pensar no significado de um abraço, e porque para uns, ele é tão intenso, enquanto para outros é somente um gesto comum, parte do protocolo de socialização…

Durante essa reflexão lembrei de tantas e tantas pessoas que não tenho mais por perto, e que gostaria de abraçar, sentir o peso dos braços da pessoa naquele momento. E foi assim, sem uma definição em palavras, que saltou na minha frente o que esse gesto significa; ele é a manifestação física do amor. Você mostrar, por aquele momento, que sente falta, que está ali pra dividir o peso que essa pessoa carrega todos os dias. Um abraço é isso, sem nada mais, sem complexidade. É só amar, que essa conexão surgirá naturalmente.

Com isso, pergunto a você, tens abraçado com a intensidade certa? Tens mostrado a importância que essa pessoa tem pra ti, através desse abraço?

 

* Fotos retiradas de: Lora Zombie